sábado, 17 de maio de 2014

Mais Um Dia Que Passou Sem Você



O dia passou como todos os outros vem passando. Cheio de compromissos aos quais eu respondo de maneira automática. O dia passou às vezes corrido demais e às vezes tão lento que eu achei que ele não chegaria ao fim. Mas chegou. E agora é mais um dia que eu passo sem notícias suas. 

Um dia vazio. 

Por mais que eu saiba que é melhor assim. Que não ter notícias suas faz parte de seguir em frente e aprender a viver sem você preenchendo meus dias, eu adoraria pelo menos encontrar uma notícia perdida por aí. Pelo menos saber como você está. Se está bem, se está feliz. Se sente minha falta como eu sinto a sua. Esquece, eu sei que não. E ainda que doa, seria bom saber como vai sua vida.

Risco no calendário mais um dia que se foi. Mais um dia desde que eu decidi que seria melhor ir embora - e se não fosse pelas marcas de caneta em cima dos números, eu poderia jurar que fui embora há séculos e não há semanas. Se não fosse por essa marcação de tempo eu poderia jurar que já faz uma vida desde que percebi que ir embora era a única coisa sensata a se fazer. 

Sensata sim, mas não menos dolorida. 

Mesmo que eu soubesse - e ainda saiba - que permanecer nesse ciclo vicioso que é sempre voltar pra você, só me faria mal. Saber é diferente de sentir. E eu ainda sinto, com todo meu coração, que minha vontade de você só cresce. Ela é tão grande que às vezes não sei de quem é que eu gosto mais. Meu coração me diz que é de você, mas eu prefiro me enganar e pensar que é de mim. E eu já não sei mais o que fazer para ela ir embora. Eu preciso ser feliz sabe? Ser feliz sem você. Sorrir sem você. Viver sem você. Estar em paz novamente - mesmo que eu tenha me esquecido como é isso - sem precisar que você esteja por perto pra me acalmar com aquele seu sorriso que eu sei que nem de longe é o mais bonito do mundo, mas que era o que me fazia feliz. E que agora me rouba lágrimas. E que só existe em forma de saudade. 

Essa maldita e imensa saudade que me tortura durante as noites de insonia. Essa saudade que me atormenta lembrando que fui eu quem fui embora - como se ir embora não fosse a coisa mais difícil a se fazer. Porque já não havia mais como ficar, mesmo que eu quisesse, já não havia mais chances pra nós e nem espaço pra mim na sua vida. Foi uma linda história, foi um lindo amor - talvez o mais lindo que já senti. Foi feliz também, eu fui feliz, eu fui melhor graças a toda essa minha necessidade de te amar cada vez mais. Foi. Fui. Mas já não dá mais. 

Eu só queria mesmo era saber como você está, talvez para assim conseguir dormir mais tranquila nessa noite. Você nem precisa dizer, pode pedir pra alguém me contar. Qualquer coisa vale desde que eu possa saber como vai você…



2 comentários:

  1. Queria conseguir tomar a decisão sensata igual a essa moça aí :/

    Texto lindo *--*

    ResponderExcluir

Comentários

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Compartilhe