domingo, 29 de junho de 2014

Sou Dramática





É segunda. Prendo um coque bem alto e coloco meu all star sujo. Penso em por mais lápis de olho, mas desisto por ser mais girlie do que rocker e a pulseira de caveiras no meu pulso já é suficiente. Por que a coloquei? Pego os fones de ouvido e saio de casa ao som de Katy Perry. Quanto tempo, Katheryn! O final de semana foi ótimo, mas agora volto a me sentir vazia. Aos poucos eu vou mudando e para mim cada mudança é perceptível até demais. Estou atrasada, mas a hora já não me importa. Celular, chaves, mochila. Ok! Estou insatisfeita com meu cabelo e com meu corpo. Até que o coque me deixou feliz.

Eu sou dramática. Eu quero e tem que ser. Pego o ônibus. Não nasci para ser pobre. O motorista gosta de pagode e eu detesto. Alguém diz para ele? Essa música está me matando. Não choro mais, não grito. Mas, sinto. Eu sinto. Sou 70% loucura, 20% alegria e os outros 10%, tristeza.

Não me entenda, não preciso. Sou doente, tenho sono. To cansada, tenho sede. Quero colo, to com fome. Deus me ouça, quero mais. Bem mais para enfrentar a vida de cabeça erguida. Eu sou feliz, estou feliz!


Esse texto foi escrito pela Karinna Souza, uma menina que é viciada em café (como eu) e também quer estudar psicologia (boa sorte nisso!). Além de tudo, como vocês podem perceber, ela é bastante dramática. Mas escreve muito bem né?

E aí? Tu escreve também e quer ver seu texto publicado aqui? Manda pra mim! Ou então você prefere tentar uma vaga fixa na nossa equipe? Saiba que a seleção está aberta. Corre pra ver!

Um comentário:

  1. Confesso que me identifiquei, em partes... hahah ♥

    http://novavelhahistoria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Comentários

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Compartilhe