terça-feira, 16 de abril de 2013

Deixa O Tempo Levar





Tá na hora de virar a página e encerrar essa história. Você sabe que tá. Eu sei que é difícil e que dói abandonar velhos sonhos e planos e seguir em frente, mas não tem por quê insistir numa peça de teatro falida, sem patrocínio, que nunca vai estrear. Olha só para essa página, toda rabiscada, toda mal tratada. A mesma história cansa depois de um tempo, pra que colocar tanta vírgula onde pontos finais já foram dados? Será que não percebeu que isso só vem machucando você? Para de insistir. Para de se doar. Para de se doer.Entenda de uma vez por todas: não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam.

A gente tem que aprender a deixar ir. Desapegar mesmo. Parar de tentar consertar o que já se quebrou. Não chorar mais pelo leite derramado. Já acabou. Não tem porque você ficar aí juntando os cacos e tentando colar. Vai sempre faltar um pedaço, não percebe? Vai sempre ter marcas que cola nenhuma pode apagar. E vê se não fecha a porta para o que vai chegar. Deixa, vai, você vai ver que vai se sentir mais leve deixando de lado e começando outra história. Não é culpa sua que essa não tenha dado certo. Não é culpa de ninguém.Tem coisas que simplesmente não são para ser. E sem desespero, sem revolta, sem mágoa: deixa que o tempo cure o que ele tem que curar. Ele é um excelente remédio, de gosto amargo, é verdade, mas capaz de sarar qualquer machucado. Não que eles sumam, ele apenas impede que continuem a te machucar. Mas você tem que deixar. 

Você já foi ao seu limite, já fez todas as tentativas, tá na hora de virar a página e seguir em frente. Deixa no passado o que do passado é. Vire a página antes que, de tanto remendar, ela contamine todas as outras páginas em branco que ainda esperam ser escritas. É melhor desistir do que se machucar mais. Os fortes, os corajosos, sempre sabem que não dá mais, a hora que tem que deixar para lá. Vamos, você já escreveu tudo que tinha para escrever aí e muito mais. Tá na hora de deixar para lá.

Vira a página, vai, já passou da hora, aliás. E se não der conta de virar, arranque, rasgue e deixa para lá, Insistir no erro é burrice. O que não falta é novos personagens esperando para entrar, novas histórias esperando para serem contatas e páginas em branco querendo ser preenchidas. Você fez tudo o que podia. É desnecessário sofrer por algo que já acabou. E você sabe que acabou. Tá na hora de começar outro capítulo e deixar esse para lá. Lá na frente, eu garanto, tem algo muito melhor esperando por você. Você só precisa virar essa página, rasgar essa história, esse seu capítulo já deu tudo o que tinha para dar.

Deixa que o tempo leve, deixa que o tempo cure, vai, desapegue, vira a página e deixa esse capítulo cheio de erros para lá!


Texto publicado nos Aos Dezesseis Anos em 25/02/2012

7 comentários:

  1. Aquele momento que você lê algo que parece que foi escrito pra você.
    Mto bom o texto <3

    ResponderExcluir
  2. Essa Nanda parece que adora dar uns "tapa sem mão" nas leitoras, aff. KKK

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HSUSHSAUSASAHSAUSHSSUS
      tapa dado com sucesso hahahahaaa

      Excluir
  3. Tipo, escreveu pra mim né? Amei *-*

    ResponderExcluir
  4. Bom, eu acabei de terminar um namoro desgastado, eu amo meu namorado, quis dizer ex, obg por esse texto, me deu forças!

    ResponderExcluir

Comentários

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Compartilhe