sexta-feira, 25 de julho de 2014

Primeira e Última da Lista

Na segunda fase da seleção pedimos as meninas que escolhessem uma música e fizessem um texto em cima delas, sobre qualquer assunto, que coubesse na proposta da melodia/ letra. O primeiro texto foi feito em cima da música The A Team, do terceiro ruivo mais lindo do mundo, Ed Sheeran ;) Confira o resultado e não se esqueça, dê seu like e comentário no final, caso você gostar.



Vago pelas ruas mais uma noite. Olhos preconceituosos me observam. Ouço julgamentos e pessoas se afastam. É a noite mais fria do ano. Minhas roupas mal cobrem o meu corpo. Não como há dias e a minha garganta seca, talvez, seja um aviso de que o meu corpo está mais formado por pele e osso que qualquer líquido e a árvore dos meus pulmões está cada dia mais devastada. 

O dinheiro da última noite já foi queimado e preciso passar por outros corpos para consumir amanhã. Minha droga é a primeira da lista e me tornou a última da lista social.

Três anos já foram perdidos. Ainda ontem tinha dezoito e queria ganhar o mundo. A questão é que as piores coisas da vida vem de graça para nós e foi numa festa em que tudo começou. Entrei em um caminho ilusório porque a ideia de novas experiências aparentava ser muito melhor que uma vida comum.

Os anjos da esperança viraram corvos e pairam sobre a minha pele. O meu rosto demonstra uma década a mais e se desmonta cada vez que vejo o reflexo nos vidros dos prédios da avenida principal.

Poucas horas são o máximo que consigo manter minha boca sem fumaça e as mãos livres da lata. A fissura logo retorna e qualquer pensamento desaparece. Sou dominada por poucas pedras. Sou refém do meu corpo. Sou vítima da sociedade.

Com o cachimbo entro em êxtase e nenhum problema existe. Em alguns momentos, volto ao sorriso do meu filho no abrigo e a casa que deixei no interior.

O efeito ameniza, o flocos brancos aumentam e minha respiração falha. Aninho meu corpo embaixo do toldo do restaurante e minha pele fina é recoberta pela neve. Deitada anseio por condições melhores e dignidade. Cerro os olhos e sonho com isso. Porém, agora, pela última vez.


Ana Carolina Oliveira, tem 19 anos e é estudante de Jornalismo. A personificação do clichê e bastante idealista. Pensa muito mais do que fala e tenta reorganizar os pensamentos num pedaço de papel. Uma são-paulina que adora astrologia e mora no interior de São Paulo. Você pode acha-la no twitter pelo@kereoliveira

E aí? Curtiu? A Carol precisa que você comente e curte pra ganhar pontos nessa fase e talvez ser a escolhida pra entrar de vez da equipe! Não deixe de votar! E dessa vez é rapidinho, só valem os comentários e curtidas até amanhã, dia 26!!

6 comentários:

  1. Nossa, que texto incrível! A Carol escreve muito bem, parabéns!
    Achei o texto super condizente com a música

    ResponderExcluir
  2. Tenho certeza que a Carol vai ser um ganho enorme pra equipe. Torcendo muito!

    ResponderExcluir
  3. THE A TEAM <3333 MINHA PAIXÃO ETERNA!

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Texto sensacional! Merece entrar na equipe.

    ResponderExcluir
  5. O texto me arrepiou do começo ao fim! Perfeito.

    ResponderExcluir
  6. Lindo texto! Perfeita tradução intersemiótica com a essência da Carol! Mandou muito bem, amei!!

    ResponderExcluir

Comentários

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Compartilhe